Nossa intensão é que você tenha acesso a todos as noticias mais importantes desse final de semana, então preparamos um resumo para que você se informe e não perca tempo, caso queira ler a matéria na integra e só clicar no link da fonte e caso não tenha link é porque é uma matéria nossa ou e só isso mesmo. E só ir descendo a barra de rolagem para ver todas as noticias. Boa Leitura !

Região Centro-Oeste tem oportunidades de negócios para fornecedores e prestadores de serviço do setor solar

Diversas prefeituras possuem concorrências abertas para projetos fotovoltaicos

O setor solar fotovoltaico está oferecendo uma série de oportunidades para empresas na região do Centro-Oeste por meio de licitações de órgãos públicos para a aquisição de equipamentos e implementação de projetos de geração.

A prefeitura de São Domingos (GO) está recebendo propostas para a contratação de empresa especializada em implantação de sistemas de micro e mini geração de energia solar, compreendendo a aprovação e efetivação destes sistemas junto a concessionaria de energia, o fornecimento de todos os bens (equipamentos, materiais, serviços e documentação), a instalação, treinamento e comissionamento de acordo com a demanda, em espaços públicos do município. O prazo de abertura das propostas é até o dia 10 de agosto.

A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (SANESUL) abriu licitação para execução de serviço de implantação de usina fotovoltaica na modalidade de geração distribuída (GD), com potência de aproximadamente 57,8 kWp, para aplicação nas edificações do complexo Maria Cecília Barbosa, localizada no município de Campo Grande. O prazo é até o dia 6 de agosto.

No Mato Grosso, a prefeitura de Confresa abriu processo para aquisição de equipamentos para execução direta na construção de sistema de microgeração de energia solar fotovoltaico on-grid de produção de eletricidade através da conversão fotovoltaica, com uma potência igual ou superior de pico a 1.200 kWp, geração estimada em no mínimo 172.800 kWh/mês para atender as necessidades das secretarias do município. O prazo de abertura das propostas é dia 6 de agosto.

A câmara municipal de Alto Araguaia, também no Mato Grosso, tem licitação para registro de preço para aquisição de um sistema gerador fotovoltaico on-grid de produção de eletricidade através da conversão fotovoltaica, com uma potência igual ou superior de pico a 24 kWp, com geração estimada em no mínimo 2.912 kWh/mês, em estrutura de garagem, com o fornecimento de todos os equipamentos, materiais, mão de obra, instalação e legalização de usina para produção de energia solar fotovoltaica junto a concessionária de energia elétrica, além dos demais procedimentos necessários para a operação e pleno funcionamento do sistema. O prazo é até dia 4 de agosto. -Fonte: Portal Solar

Com tarifa zero, importação de equipamentos de energia solar pode impulsionar venda de seguros

Nova medida entrará em vigor dia 01º de agosto e vai até o fim de 2021

O governo federal anunciou que, a partir de 1º de agosto, a importação de equipamentos de energia solar também terá tarifa zero. A medida, já publicada no Diário Oficial da União, visa incentivar a adoção dessa fonte de energia pelos consumidores, que atualmente responde por apenas 2% da matriz energética do país.

Entre os equipamentos da lista de bens de capital que terão os impostos de importação zerados para diminuir os impactos da Covid-19 na economia, estão também o módulo fotovoltaico, inversores fotovoltaicos, rastreadores solares (que acompanham a posição do sol) e a motobomba.

Com o incentivo para a compra desses equipamentos, a indústria do seguro espera que a demanda por coberturas também cresça. Uma das empresas que espera ser indiretamente beneficiada é a Argo Seguros, multinacional norte-americana que oferece alguns produtos nesse segmento. Com a mudança no regime de tributação, a seguradora espera incrementar suas vendas nos produtos de seguros para placas solares – também conhecido como fotovoltaicos – e também de Engenharia, no que tange a instalação das mesmas. Fonte Portal Terra –https://bit.ly/33gd7oV

Setor solar apresenta plano de geração de empregos no Pró-Brasil

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) enviou este mês ao ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, um plano para instalação de 1 milhão de novos sistemas de geração distribuída solar. Proposta para o Pró-Brasil, na qual a associação estima a criação de 150 mil novos empregos em dois anos.

Criado pelo governo federal, sob coordenação de Braga Netto, o Pró-Brasil promete uma reestruturação do ambiente de investimento do país para a recuperação pós-pandemia.

Diversos ministérios trabalham no detalhamento do programa. Na Infraestrutura e Minas e Energia, são mantidas conversas com associações setoriais para fechar uma agenda de concessões e projetos – as empresas atuariam como sponsors (patrocinadoras), inclusive aportando recursos para a modelagem dos projetos.

A proposta da Absolar fala exclusivamente em aplicação de recursos privados, mediante uma série de mudanças regulatórias para destravar investimentos.

Estima aportes de R$ 24,9 bilhões, que gerariam os 150 mil novos empregos e uma arrecadação de R$ 7,5 bilhões em tributos. Fonte: Epbr –https://bit.ly/2Dd5WDk

Carro movido a energia solar é promessa para o ano que vem

Com cinco metros quadrados de painéis solares e quatro motores elétricos, “One” será capaz de entregar 725 km de autonomia

A Lightyear lançou o primeiro protótipo do One, um veículo elétrico coberto de painéis solares que a fabricante planeja começar a entregar aos consumidores em 2021. O “carro movido a energia solar” promete 725 quilômetros (km) de autonomia, bem mais que o 595 km do líder de mercado Tesla Model S.

O carro movido a energia solar vai sair do papel?
Acreditem, a Lightyear está fazendo encomendas para os primeiros 500 Lightyear One. O preço de reserva do modelo é de R$ 700 mil (valor calculado em conversão direta, sem a adição de impostos). Quando chegar ao mercado, o valor deve ficar próximo de R$ 882 mil. Fonte : Uol –https://bit.ly/3gkiV4L

lightyear one traseira do carro movido a energia solar

Engie foca renováveis e infraestrutura; unidade no Brasil diz estar alinhada

As orientações preveem “acelerar os investimentos do Grupo Engie em geração renovável e ativos de infraestrutura, adotando uma nova diretriz de alocação de capital, focando no crescimento de iniciativas diretamente ligadas à transição energética”

Foi indicado também um aprimoramento do programa de desinvestimento do grupo, “considerando oportunidades para alienar negócios não essenciais e participações minoritárias em companhias, para aumentar a flexibilidade financeira para alavancar investimentos em energias renováveis e ativos de infraestrutura” – Fonte: Reuters –https://bit.ly/3i3Ljsl