Investimentos de energia elétrica, a maioria vinculada à energia solar, corresponde a mais de 10% do PIB da Paraíba e promete gerar muitos empregos no estado

O setor de energia elétrica deve investir R$ 7 bilhões em geração, transmissão e distribuição de energia, sendo a grande maioria proveniente de fontes de energia solar. Além disso, estima-se a geração de 50 mil empregos na Paraíba até 2025, de acordo com informações do diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, para o portal Click PB. As regiões mais beneficiadas serão o sertão e o agreste do estado.

Pepitone revelou que o investimento de R$ 7 bilhões equivale a mais de 10% do PIB da Paraíba e se concretiza em um momento de suma importância, na retomada da economia pós cenário desafiador da pandemia do coronavírus.

A Paraíba conta com um complexo de energia solar localizado no município de Coremas, sertão do estado. Até o momento, já foram construídas três usinas solares, que já tiveram a energia vendida em leilões promovidos pelo Governo Federal, de acordo com o diretor da Aneel.

Um investimento de R$ 450 milhões já foi efetuado na cidade paraibana, com a implementação de três parques de energia solar, cada um com potência instalada de 30 MW e R$ 150 milhões em recuros investidos. Há perspectiva de mais sete parques de energia solar, segundo André Pepitone.

Segundo o diretor da Aneel, o sol que por muito tempo foi tratado como vilão e tanto castigou a região, agora pode atuar como agente impulsionador de desenvolvimento econômico e geração de empregos no estado da Paraíba.

Presidente Bolsonaro vista Paraíba para inauguração de Complexo de energia solar

Além da presença do diretor da Aneel, o presidente Jair Bolsonaro está confirmado para participar de evento que será realizado na próxima quinta-feira (17), em Coremas, na Paraíba. O encontro será destinado para inauguração de usinas de energia solar instaladas na cidade e promete agitar a cidade.

Além das usinas de energia solar já implementadas na região, outras estão por vir. Segundo o diretor-geral da ANEEL, a Compel, distribuidora do estado do Paraná, já comprou a energia de mais quatro usinas de energia solar que estão previstas para ter a construção iniciada em breve e que vão integrar o Complexo Solar de Coremas.

Fonte: Click Petroleo